Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


CMEI Maria da Glória desenvolve projeto sobre a separação correta do lixo

Publicado em 04/12/2020 às 15:55 - Atualizado em 04/12/2020 às 15:55


Créditos: Divulgação Baixar Imagem

Com o objetivo de conscientizar a comunidade escolar da necessidade de fazer a separação correta do lixo, um dos problemas ambientais atualmente, o Centro Municipal de Educação Infantil Maria da Glória do Distrito de Fragosos, desenvolveu durante as aulas remotas o projeto: “Nem tudo que sobra é lixo”.

O trabalho foi realizado nas disciplinas de Arte e Turismo e Meio Ambiente, coordenado pelas professoras Adriana Aparecida Ribeiro Levandoski e Luciane Bueno, com apoio da direção e coordenação da escola, juntamente com a ajuda das atendentes de sala para confecção de materiais e decoração.  

As professoras idealizadoras comemoram o avanço da educação ambiental. “No mundo contemporâneo, as questões ambientais vem ganhando mais evidência. A sociedade, teoricamente, está se dando conta da necessidade de práticas mais ambientalmente corretas, já que as consequências dos problemas ambientais estão atingindo o planeta como um todo”.

A produção desordenada de lixo pela sociedade é um problema que aumenta de proporção nas residências no período de Pandemia, devido à população de modo geral estar permanecendo mais tempo em casa, aumentando a produção de resíduos e a necessidade da devida destinação para todo o material.

“Neste projeto tínhamos como objetivo arrecadar sacolas verdes sem logomarcas para confeccionar um tapete para ser usado como material pedagógico, decorativo e alegórico na unidade escolar, onde foram consumidas 1000 sacolas plásticas, sendo 700 para confecção do tapete e mais 300 sacolas para montar uma árvore e outros materiais para decoração de natal”, disseram as professoras.

O projeto contou com a participação ativa da comunidade escolar na arrecadação das sacolas, as famílias puderam reutilizar materiais para realizar atividades com as crianças das disciplinas de Turismo e Arte, onde cada atividade proposta tinha o objetivo de conscientizar e estimular estas práticas da separação e destinação correta do lixo e a reutilização dos materiais para atender suas necessidades.

“Como educadoras temos esta responsabilidade formar cidadãos engajados e comprometidos com as causas ambientais e conscientes do seu papel em relação à manutenção, preservação e conservação deste, e acredito que quanto mais cedo esta sementinha for plantada melhor ela se desenvolverá. Estamos muito felizes com a participação assídua dos pais na campanha de arrecadação das sacolas para que pudéssemos confeccionar o tapete, onde dentro de poucas semanas arrecadamos mais Mil sacolas plásticas que eram depositadas por todos no CMEI semanalmente”, destaca a professora Adriana Aparecida Ribeiro Levandoski.

 

Gabriel Engler

Assessor de Comunicação Social

Prefeitura Municipal de Campo Alegre